Nosso Objetivo

Minha foto
Representar perante as Autoridades Administrativas e Judiciais, na Defesa dos Direitos e dos Interesses gerais da categoria profissional de Agentes de Saúde Ambiental e Combate de Endemias, bem como os interesses individuais de seus associados.

domingo, 18 de janeiro de 2009

Campanha contra filariose começa nesta segunda em Peixinhos

A campanha para combater a filariose começa nesta segunda-feira (19) no bairro de Peixinhos, em Olinda. Moradores poderão fazer exames preventivos e para detectar a doença gratuitamente. O posto da campanha vai funcionar na Rua do Giriquiti, na comunidade da Azeitona.
Uma equipe com dez profissionais da Coordenação Municipal de Doenças Endêmicas estará no local orientando a população e realizando coleta. A ação tem início às 22h e seguirá até quinta-feira (22).
A Secretaria de Saúde de Olinda estima examinar cerca de mil pessoas daquela localidade, entre crianças, a partir de dois anos de idade, jovens, idosos e principalmente pessoas com problemas cardíacos, renal, hepático e mulheres grávidas. A campanha busca identificar as pessoas contaminadas pela doença para posteriormente ser iniciado tratamento coletivo no bairro de Peixinhos. Cerca de 40 mil pessoas da comunidade serão medicadas.
Os resultados dos exames ficarão prontos em 15 dias, ficando a Secretaria de Saúde municipal responsável pela entrega dos resultados positivos aos pacientes para iniciar o tratamento e impedir a transmissão da doença.
DOENÇAA filariose linfática ou bancroftose é uma infecção parasitária, exclusiva dos seres humanos, causada pelo helminto Wuchereria bancrofti e transmitida por Culicídio vetor.
O ciclo de transmissão tem início quando a muriçoca pica um indivíduo doente e ingere as microfilárias misturadas ao sangue, que irão se transformar em larvas infectantes dentro do organismo do inseto em um período aproximado de duas semanas.
Ao picar um outro indivíduo, as larvas infectantes são depositadas sobre a pele, penetram através do orifício da picada, ganham a corrente sanguínea e se dirigem aos vasos linfáticos e linfonodos, onde se desenvolvem e se transformam, dentro de alguns meses, em parasitas adultos machos e fêmeas.
Esse helminto acomete pessoas de todas as idades e de ambos os sexos, principalmente aqueles de baixo poder sócio econômico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sindasace News

Loading...